Nos últimos anos surgiu uma série de técnicas chamadas de minimamente invasivas, com objetivo de diminuir a morbidade da cirurgia de próstata. Uma destas técnicas utiliza o laser como fonte de energia, com uma série de vantagens em relação à RTU. Trata-se da chamada Vaporização Fotoseletiva de Próstata (PVP) com Greenlight Laser. Este é um procedimento cirúrgico realizado através da uretra, em centro cirúrgico e sob anestesia lombar (raquianestesia). Uma pequena fibra de laser é inserida por meio de um aparelho endoscópico (cistoscópio) acoplado a uma câmera de vídeo que permite a visualização do procedimento.

A fibra aplica uma energia de laser de alta potência que rapidamente aquece o tecido da próstata fazendo com que ele vaporize. Além disso, ao mesmo tempo em que vaporiza a próstata, ele realiza a cauterização dos vasos sanguíneos, evitando sangramento durante todo o procedimento. Este processo é feito até que todo o tecido prostático que obstrui a uretra seja removido. Para o uso do laser são utilizadas soluções salinas, que minimizam os riscos de absorção hídrica e suas conseqüências deletérias.

greenlight-laser-01

O Greenlight Laser tem demonstrado resultados tão eficientes quanto os métodos tradicionais, com vantagens em relação ao tempo de internação (1 dia), menos dor, menor índice de sangramento e melhor recuperação pós-operatória. O laser combina a eficácia do procedimento cirúrgico tradicional (RTU), com menor risco de efeitos colaterais, sangramento urinário, absorção líquida e disfunção sexual. Uma outra vantagem é a possibilidade do seu uso em pacientes que recebem anticoagulantes ou ácido acetilsalicílico (não há necessidade de suspender o uso do medicamento para realização da cirurgia, porque ela apresenta um mínimo de sangramento) e naqueles com elevados riscos cardiovasculares, como os cardiopatas.

Alguns sintomas temporários podem surgir após o tratamento com o laser, como um desconforto leve, como uma leve queimação ao urinar e leve quantidade de sangue na urina por aproximadamente uma semana. Além disso, dependendo da condição da bexiga, o paciente poderá apresentar inicialmente uma maior frequência e urgência urinária que melhoram ao longo do tempo conforme a bexiga vai se ajustando à ausência de obstrução. A maioria dos pacientes retorna às suas atividades normais após alguns dias. As atividades físicas são liberadas após 30 dias do procedimento, bem como as relações sexuais.

greenlight-laser-02

Diversos estudos comprovam a segurança em termos da manutenção da função sexual, com os homens retornando à vida sexual após quatro semanas. Em relação à ejaculação retrógrada os índices são similares à RTU convencional. Um número mínimo de pacientes (a depender da condição prévia da bexiga) eventualmente irá necessitar de sondagem vesical por alguns dias, fato esse muito raro.

O GreenLight Laser para o tratamento da hiperplasia benigna da próstata foi desenvolvido há aproximadamente 10 anos, sendo que os primeiros ensaios clínicos surgiram há seis anos. Diversas sociedades de urologia ao redor do mundo o colocam como uma opção para os pacientes com HPB, pois oferece segurança intra-operatória superior à da RTU, com melhora clínica e de fluxo urinário semelhante e com índices de complicações tardias extremamente baixos.

Quais são as vantagens do tratamento da HPB com o Greenlight™ Laser?

  • Rápida melhora do fluxo urinário;
  • Rápido retorno às atividades rotineiras;
  • Procedimento cirúrgico rápido, com mínimo sangramento;
  • Tratamento definitivo e de longa duração;
  • Menos de 1% dos casos relatados apresentam disfunção erétil;
  • Período curto de uso de sonda uretral (menos de 24 horas de uso do cateter);
  • Permite ser realizado em pacientes em uso de medicação antiplaquetária;
  • Mais de 500.000 pacientes tratados em todo mundo.

Quais são os riscos do tratamento da HPB com o Greenlight™ laser?

Todo tratamento médico tem efeitos colaterais e o mesmo se aplica ao laser. Alguns efeitos colaterais, habitualmente passageiros, que podem surgir com o procedimento:

  • Hematúria: Sangue na urina;
  • Urgência: Necessidade urgente de urinar;
  • Frequência Urinária: Idas frequentes ao banheiro por alguns dias;
  • Ejaculação retrógrada;
  • Ardor urinário leve.
greenlight-laser

American Medical Systems GreenLight XPS™ Laser Therapy

NOTÍCIAS

botao-blog